O povo que é antigo vai lembrar da série de comédia juvenil Sabrina, aprendiz de feiticeira que passava nos anos 90 até os anos 2000. A warner trouxe de volta, fazendo o remake, desenvolvida para a Netflix só que mais sombrio e carregado de suspense e algumas cenas de terror.

Imagem relacionada
Assim como na série original e também no remake, Sabrina é uma jovem aspirante a bruxa, ela foi criada por duas tias, órfã de pai e mãe e tem um gato preto chamado: Salem. Só que no original o gato falava e deixou vários fãs decepcionados com essa nova série, pois Salem não fala, ele apenas protege a Sabrina dos perigos.

A história dessa nova Sabrina, ela é praticamente obrigada a assinar o seu nome no livro da besta ao completar 16 anos, se revolta contra o senhor das trevas e com o seu coven de bruxas, já que ela não quer deixar sua vida mortal para trás e nem abdicar dos seus amigos e namorado que não sabem dasua dupla identidade. O legal no decorrer dos episódios é que os amigos dela vão descobrindo coisas sobrenaturais de seus ancestrais e da sua própria família e tudo está interligado com as bruxas, podendo causar um atrito na sua relação com a Sabrina. 
 
O ponto alto da série é a crítica e a mensagem do fanatismo religioso, dando umas pitadas de leve nos seus diálogos sobre como uma fé cega pode destruir vidas e do porquê a sua fé deve ser melhor do que a minha ou de outras pessoas. No caso na série a fé cega  é pelo senhor das trevas, mas se você souber interpretar cabe direitinho como uma luva na nossa sociedade cristã.

Resultado de imagem para atriz de sabrina mundo sombrio
A série traz uma maquiagem muito bem feita quando se trata de mostrar os demônios e o jogo das lentes em deixar os cantos da cena distorcidos sempre que Sabrina está no mundo sobrenatural ou envolvida com algum ritual. Os episódios são bem movimentados e você não consegue tirar os olhos das cenas, o suspense está muito bom e o roteiro muito bem construído. A atriz Kiernan Shipka dá conta do recado de interpretar uma protagonista já conhecida e amada por uma geração e se mostra totalmente diferente daquela Sabrina engraçada da atriz Melissa Joan Hart da primeira versão. 

Resultado de imagem para atriz de sabrina mundo sombrio
A única coisa que incomoda e dá nervoso é sobre o exagero das cenas  e dos personagens em cultuar Satanás, eu não me considero muito religiosa e já fiquei nervosa, imagina quem seja? Eu acho que eles poderiam pegar um pouco mais leve na segunda temporada.

Sabrina tem tudo para ser uma grande série e durar muitas temporadas, a segunda está para sair agora em abril mostrando um lado mais dark de Sabrina, mas eu só pude assistir agora em março. Se você assistiu me conte aqui embaixo nos comentários o que achou, se não assistiu comente aqui também se você gostaria de assistir.


MOTIVOS PARA ASSISTIR O MUNDO SOMBRIO DE SABRINA

Sabrina é feminista e tem muitas cenas bem legal dela enfrentando o machista do diretor da escola.

Crítica religiosa a dogmas e preceitos absolutos.

O roteiro

A maquiagem

A interpretação ótima dos atores