Velhos conhecidos




Quantas pessoas passaram pelo seu caminho! Foram muitas, muitos nomes, todo tipo de rosto e de gente. Poucas são as que você recorda com saudade, com um sorriso afetuoso nos lábios, daquelas que você guarda com carinho retratado em uma foto de momentos inesquecíveis e juras de lealdade eterna. Mas, a vida as levou para longe, seja por desentendimentos ou mesmo pela falta de tempo. Falta de mostrar o que sente, de um horário na agenda, nem que fosse um minuto para perguntar: Oi, como você está? Falta de interesse, falta de paciência, falta de tudo. Para cada pessoa um sentimento diferente, uma afeição, uma intimidade maior que foi construída pouco a pouco em bases que não pareciam ser tão sólidas quanto você achava, para poderem se desmanchar com tanta facilidade. A esses “amigos” você costuma perguntar para si mesmo o que levou caminhos que costumavam ser tão paralelos hoje são completamente opostos. A esses que você costumava estar todos os finais de semana juntos, abrir a porta de casa para entrarem e ainda fazerem parte dos almoços da família, a dividir, a somar. Quanta conversa jogada fora no telefone ou em uma simples mesa de bar! Quantas horas por ali se estendiam nos intermináveis papos de esquina, risadas, uma troca de confissões e confiança. Das muitas que você conheceu pela estrada fora, são poucas que lhe trazem lágrimas aos olhos, coração apertado e a certeza de um tempo que ficou para trás. Das risadas escandalosas, dos papos cabeça sobre o futuro ou mesmo que fosse um mínimo apreço a companhia um do outro, só por estarem juntos na beira do portão e trocarem olhares cúmplices sobre si mesmos, sobre a vida, sobre a amizade que alimentavam. Das lembranças que construímos desse pequeno instante chamado passado foram poucos os “amigos” que você se atreveu a confiar, a acreditar em um futuro bom e continuarão sendo poucos os que você levará até ao seu ultimo suspiro, até a sua ultima gota de existência.

10 comentários:

  1. Incrível como cada pessoa fica dentro de nós, mesmo que não sejam presentes na nossa vida, né? Amei sua reflexão!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Eu também tenho muitos amigos desses que partiram. E pergunto me como foi possível termo nos afastado desta maneira. Eu chego à conclusão que eu não mudei mas eles mudaram. Se deslumbraram com a vida e esqueceram dos amigos.
    Xoxo from Portugal

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
  3. Que texto maravilhoso, com o passar do tempo eu me afastei de muita gente e sempre tenho aquela vontade de voltar a falar só que não sei como rs
    Beijos
    lolamantovani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ai lembrei de algumas pessoas, com o passar do tempo as pessoas seguem rumos diferentes e ficam distantes mas presentes na memória
    Charme-se

    ResponderExcluir
  5. Olá, Karina.
    Gostei muito do seu texto porque é a mais pura verdade. É exatamente assim que acontece. E lendo seu texto comecei a me recordar de pessoas que marcaram, mesmo que hoje eu nem tenha mais contato.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  6. As vezes tenho uma vontade de trazer TODO MUNDO que já conheci de volta pra minha vida... mas as pessoas mudam.


    Tem sorteio novo la no blog, te convido a participar! http://www.cobaiaamiga.com/2018/03/resumo-da-semana-sorteio-makes.html

    ResponderExcluir
  7. sinto tanta falta de certas pessoas com quem não convivo mais, mas cada um aparece (e desaparece) da nossa vida por uma razão, né?
    adorei ♥

    ResponderExcluir
  8. que texto mais lindo, acho que a vida tem fases mesmo, tbm tenho saudade de amigas que acabei perdendo o contato, mas hj tenho novas amigas etc

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  9. Adorei o texto. Existem muitas pessoas que passam pela nossa vida e nos marcam de alguma forma.
    os relatos de uma jornalista

    ResponderExcluir
  10. lovely post dear thanks for sharing,best wishes for you..

    https://clicknorder.pk online shopping in pakistan

    ResponderExcluir