A internet: O detetive particular do século XXI


Já tem algumas semanas que venho me inspirando a escrever esse texto. Também encontrei grande resistência ao publica-lo, muitas pessoas podem discordar de mim mesmo assim decidir falar sobre isso.

O MAL DA INTERNET

Eu sei que vivemos em um mundo globalizado, dinâmico e tudo hoje em dia chega de forma rápida e instantânea, mas o que eu venho percebendo principalmente depois de 2010 como a internet tem servido mais para o lado ruim do que para o lado bom. As pessoas se aproveitam que estão atrás de um computador ou celular para escreverem besteira e principalmente para ofenderem o outro. Antes fosse só isso, o que eu venho acompanhando é como os relacionamentos estão se tornando cada vez mais doentios, uma pessoa controla a outra pela bendita internet. São senhas invadidas, conversas sendo lidas sem permissão, uma exibição desmedida da sua própria imagem. Vocês sabiam que agora tem um aplicativo que ao ser instalado e ele fica ali escondido como se fosse um vírus no celular do namorado (a) para você receber as mensagens do whatsapp no seu celular?! Eu fiquei muito chocada quando escutei isso pela primeira vez. Até onde as pessoas são capazes de chegar? Eu não sei vocês, mas para mim isso denota um evidente desespero mental e emocional.

Dedos estão entortando, coluna está ficando com escoliose, a visão se tornando padronizada, relacionamentos estão sendo destrutivos e isso tudo para que? Para ter milhares de curtidas na sua foto na praia ou para tirar aquela selfie na academia que você só frequenta para mostrar como você é gostoso (a) e nem malha de verdade. 

Eu tenho Instagram também, posto fotos, mas defendo que tudo tem que ser medido e dosado, vamos parar de figuração. Quando eu exclui de vez a minha conta no FACEBOOK em maio deste ano, eu percebi como me senti livre, como aquilo me fez bem. Como eu percebi o quanto eu estava sendo autoritária e dona da verdade seguindo modinhas de redes sociais e me metendo nas postagens dos outros para expor minha verdade absoluta e aceitando os comentários ofensivos dos outros também. Decidi que não aceitaria mais aquilo e nem aceitaria mais expor minhas opiniões e ideias. Isso tudo para que? Opinião cada um tem a sua e é melhor guardar para você. Ninguém muda a cabeça de ninguém. Chamar uma pessoa de burra ou preconceituosa não te faz ser mais inteligente ou mente aberta. Para mim isso é falta de argumento inteligente para rebater tal ofensa. Seguir modinhas, participar de campanhas na internet, mudar a foto do perfil para arco-íris, repetir frases feitas não vão fazer o mundo se tornar melhor, mas sim suas ações fora da internet.

Acredito que a Era da informação do século XXI está se tornando mais para o mal do que para o bem, sem contar as inúmeras crianças sendo adulteradas, criando canais no YouTube, falando como adultas e perdendo a melhor época da vida que é ser inocente. Mas, isso já é um post para um outro assunto. 
À LA PROCHAINE!

16 comentários:

  1. Oi!! Primeira vez aqui no blog e me deparo com esse texto maravilhoso. Tenho medo de pensar como estaremos daqui a alguns anos. A vida esta sendo deixada de lado e sendo preenchida por uma fantasia virtual. Bjos <3

    Click Literário
    Sorteio Rolando no Instagram <3

    ResponderExcluir
  2. Oi Karina! Que texto! Parabéns! Infelizmente a vida está sendo deixada de lado a cada dia. As pessoas se prendem ao virtual e esquecem de viver o que é real. A tendência é piorar... :(

    Beijos

    Vivian

    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
  3. concordo, parece que se não aparece nas redes sociais, não aconteceu, né?
    adorei o texto ♥

    ResponderExcluir
  4. A verdade é que cada um faz o que quer no seu tempo online e tem que saber gerir da melhor maneira possível para cada um, eu também era assim no facebook a comentar tudo e todos, entrar em discussões até perceber o quão isso me esgotava, agora tal como instagram uso o facebook para uso pessoal, sem querer saber o que os outros fazem, apenas partilhando o meu dia a dia que acho que devo partilhar.
    Nós adaptamo-nos sempre ao tempo actual que vivemos e a era será cada vez mais digital e temos que saber viver com ela, usufruir sem deixar que ela controle tudo.

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  5. Olá! É a primeira vez que estou no teu cantinho e já estou a gostar! Bom texto, dá mesmo para refletir. E sem dúvida que concordo, a tecnologia avança para o mal mas acredito que se o Homem quiser consegue que seja para o bem.
    Acabo de seguir o blog, espero por ti no meu!
    Boa semana :)

    http://missweetie.blogspot.pt/2017/09/my-travels-look.html

    ResponderExcluir
  6. Oie Karina =)

    Eu trabalho efetivamente com a internet já que sou produtora de conteúdo e mídia social. Por isso digo que o grande problema é que antes a intolerância e o preconceito que ficavam escondidos ganharam um lugar para "expressar" o que pensam.

    É triste, por que o mundo precisa de mais amor e não de ódio.

    Além disso, sem que a gente perceba sites de relacionamento e até mesmo o Google sabe mais de nós do que pessoas próximas. Vivemos mais online do que fora dessa bolha da net ...

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  7. Oi Karina, eu também estou fora do facebook há algum tempo, mas infelizmente tenho que usar profissionalmente, o que me impede de estar completamente fora. Me fez um bem danado sair, acho que hoje consigo focar em coisas que realmente são importantes para mim ~ ao invés de criar uma "presença virtual" irrelevante para a maioria das pessoas.

    Eu tenho tentado usar as redes de maneira mais leve, sem tanta cobrança e comparação. Adorei o post e a reflexão!

    Um beijo :*
    Não Me Mande Flores

    ResponderExcluir
  8. Olá, Karina.
    Concordo com seu texto. Infelizmente o ser humano só sabe fazer o aml, mesmo com as coisas que deveriam facilitar nossas vidas. Acho um absurdo esse tipo de controle, tem namorados que nem deixa o outro ter redes sociais por ciumes. Acho que concordo com o comentário da Ane. As coisas ruins sempre existiram, é que agora as pessoas tem mais facilidade e rapidez para mostrar isso.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Eu concordo com você. A gente tem que tomar cuidado com o que expõe. Muitas pessoas se acham donas da verdade e são muito corajosas atrás de uma tela.
    Charme-se

    ResponderExcluir
  10. É bem verdade! Relativamente ao facebook é uma rede social que já pouco uso dou, apesar de manter a minha conta ativa, só la passo para atualizar a página do blog. Concordo com o teu texto e gostei muito.
    Beijos, The Fancy Cats

    ResponderExcluir
  11. Realmente é verdade!
    Beijinhos, http://damselme.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  12. Acho que pra tudo tem limite né? Muitas pessoas usam a tecnologia de forma errada, possuem muita informação fácil. Odeio faceook, faz um bom tempo que não tenho!
    Teu texto foi demais!

    mariasabetudo

    ResponderExcluir
  13. Oie, tudo bem?
    Eu acho que as pessoas são um pouco preguiçosas e, mesmo com a internet, acabam não pesquisando sobre um tema antes de dar opinião. Mas ofender gratuitamente e chamar alguém de burro não dá, né? Falta de educação!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  14. Amei seu texto! Deletar meu Facebook foi a melhor decisão que eu tomei 1 ano atrás. Tive que reativar para poder usar a página de negócios, sabe? Aí parece que precisa de um perfil. Mas confesso que nem olho meu feed. E também fico chocada com essas coisas que inventam para tirar a privacidade, como olhar mensagens do namorado etc. Parece que a internet está fazendo a gente desconfiar cada vez mais de quem amamos e para nos distanciar ao invés de aproximar, de tanta discórdia que causa. Enfim, preocupante!
    Um beijo!

    Fe
    www.feejao.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Karina, tudo bem?
    É assustador o quanto algumas atitudes online são destrutivas e doentias. Mas o grande problema não é a internet em si, mas nas pessoas que encontraram nela ferramentas para expressar suas intolerâncias ou até mesmo para exercer certo controle sobre o outro. Sinceramente, hoje eu tenho diminuído e muito minha vivencia online e acredito que isso tem me ajudado e muito, e sinceramente, acredito que foi uma das melhores coisas que fiz.
    bjus,
    Amanda Almeida
    http://blog.amanda-almeida.com.br/

    ResponderExcluir
  16. muito bom esse seu post, realmente a tal era da informação parece deixar as pessoas mais burras, preconceituosas e desinformadas, tbm tenho essa forte impressao que funciona mais pro mau do que para o bem

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir